Como fazer meu video aparecer na primeira pagina do youtube

Como deixar seus video no Youtube no topo das buscas

seo-image

Youtube: 12 dicas matadoras de SEO para seus vídeos

Preparamos 12 dicas de SEO para o Youtube (separadas em 3 partes) para você aumentar a sua audiência, ganhar novas visualizações e ranquear os seus vídeos no Youtube.

Hoje o Youtube possui mais de 1 bilhão de usuários. A cada minuto, 300 horas de novos conteúdos são subidas para a rede. Metade das visualizações são via mobile (se o seu site não está adaptado para celular é bom ler este artigo aqui). Todos os dias as pessoas assistem centenas de mihões de horas gerando bilhões de visualizações. E sua empresa? Já está aproveitando a rede para alavancar o seu negócio?

Se sim, preparamos 12 dicas de SEO para o Youtube (separadas em 3 partes) para você aumentar a sua audiência, ganhar novas visualizações e ranquear os seus vídeos no Youtube.

Otimize seus vídeos

1 – Suba o vídeo com foco no seu assunto

Antes de subir o seu vídeo  no seu canal, insira as palavras-chave no nome do arquivo (exemplo: “dicas de SEO para Youtube”). Isso facilita o entendimento do Youtube sobre qual é o tema principal do seu vídeo.

2 – Crie um título

O título é um dos pontos mais importantes do seu vídeo, é ele que vai informar aos motores de busca qual o conteúdo abordado  – afinal, assim como imagens, o Google não “lê” o que está sendo falado nessa mídia.

Ao criar o seu título não ultrapasse os 100 caracteres. Inclua, sempre que possível, as palavras-chave no início e, se for o caso, o nome da sua empresa: “dicas de SEO para Youtube – Resultados Digitais” . Lembre-se: as pessoas procuram soluções na internet, só depois buscam por marcas.

3 – Inclua uma descrição

Após o título, a descrição também serve para informar aos motores de busca – assim como o usuário –  sobre o conteúdo do vídeo.

Mas atenção:  somente os primeiros 150 caracteres dos 5.000 permitidos vão aparecer nos resultados em uma pesquisa no Google, por exemplo.

Essa ajuda é fundamental para incentivar o internauta a entender que você está abordando o tema que ele procura e levá-lo a clicar no seu vídeo.

Para cada vídeo, escreva uma descrição única e relevante, você também pode incluir uma URL direcionando para o seu site ou Landing Page.

Procure inserir suas palavras-chave e o link logo no início da descrição. Assim como no título, as primeiras palavras possuem um peso maior que as últimas, por isso, é bom planejar como preencher esse espaço.

Além disso, quando o visitante entra na sua página e o “show more” não for clicado, o link estará sempre vísivel.

4 – Faça o uso de Tags

Usar as tags são fundamentais tanto para as indexações quanto para quem está em busca de um assunto no Youtube.

Inclua palavras-chave para definir o vídeo. Seja claro e fuja da linguagem técnica ou complicada. A ideia é ser uma informação simples e direta para o usuário.

O YouTube recomenda até 120 caracteres (espaçamento incluso) no total. Isso dá em média cerca de 15 palavras. Para uma busca mais exata, faça uso de termos de cauda longa (3 ou 4 palavras). Exemplificar:

Dica: procure tags usadas nos vídeos mais visualizados dos seus concorrentes e veja a possibilidade de inserir nos seus vídeos. Além disso, sempre tenha em mente a ideia de criar as tags em relação ao título do seu vídeo.

5 – Transcreva seu vídeo na descrição

Transcreva o conteúdo do seu vídeo e cole na descrição. Isso fará com que as pessoas que não derem o “play” possam consumir o seu conteúdo da mesma forma.

Além disso, essa é  uma oportunidade para o Google indexar seu conteúdo mais rapidamente e melhorar o seu SEO.

Formas para engajar o usuário no seu vídeo

6 – Thumbnails

São as imagens estáticas que aparecem no seu vídeo antes do play. O YouTube retira os “thumbnails” de um quarto, metade e três quartos do vídeo. Ao subir o vídeo é possível escolher uma das opções para fazer a “capa”.

Os thumbnails têm uma grande influência se um video é ou não aberto para visualizar. Procure deixar uma capa que venda bem o seu conteúdo, que seja atraente e mostre que o seu vídeo tem a qualidade esperada pelo usuário.

7 – Comentários no vídeo

A ideia é incentivar a interatividade através de comentários. Para estimular uma conversa e a participação, mantenha a opção de comentários aberta. Por isso, fique atento para evitar discussões fora do contexto, spammers e comentários negativos ou maldosos.

Procure conversar com seu público, insira vídeos como respostas ou relacione outros ligados ao tema. Quanto mais interatividade, melhor.

8 – Compartilhar e Incorporar

compartilhamento youtube seo

O Youtube disponibiliza o compartilhamento para a divulgação nas mais diversas redes sociais. Dentro do vídeo, você pode incentivar o usuário a fazer essa ação.

Já a incorporação faz com que seu vídeo possa ser indexado a blogs e outros sites. Leve seu vídeo tanto para suas URLs quanto a de parceiros. Lembre-se, tenha pertinência e sempre crie uma chamada para a propagação do seu vídeo.

Quanto maior a divulgação, maior são as chances do seu vídeo ser visualizado e maior a chance de ranqueamento no Youtube.

“Gostar” do vídeo, “Adicionar aos favoritos”, “Incluir em Listas de Reprodução”, “Links” para o vídeo também são fatores importantes para engajamento e ranqueamento no Youtube.

Dê relevância ao seu Canal

9 – Idade do canal e do vídeo

O tempo de vida tanto do canal quanto do vídeo contam como fator de ranqueamento para o YouTube. Geralmente, quanto mais tempo existe um vídeo, maiores são as chances de se ter mais visualizações, interatividade e, por consequência, maior ranqueamento.

Se o seu vídeo não for de fato um viral, é comum esse comportamento de crescimento ser gradual. Trabalhe e divulgue sempre que possível. O resultado de audiência virá com o tempo.

10- Duração do vídeo

No Youtube Analytics o campo de “Retenção de Público” mensura durante quanto tempo seus vídeos conseguem manter o interesse da audiência.

Veja em que ponto médio seu público perde o interesse e mantenha uma média para novas produções. Verifique o que há em comum nos pontos de desistência e trabalhe seu conteúdo para torná-lo ainda melhor.

11 – Inscritos no canal

A frequência de novos vídeos incentiva as pessoas a se inscreverem em seu Canal no Youtube.

Mantenha uma produção constante para que seu público entenda sua frequências de uploads e novidades no canal. Isso faz com que muitos usuários se increvam e recebam automaticamente as suas novidades.

12 –  Visualizações do canal

O Google considera cada vez mais importante o número de visualizações de cada vídeo.

Além disso, quanto mais visualizações, maior é a impressão para o usuário de que o vídeo possui qualidade ou relevância.

Outro ponto é uma melhor análise através do Youtube Analytics para estudar o desempenho do vídeo e do canal.

Conclusão

Vídeos são uma ótima opção para produzir conteúdos relevantes para todas as etapas da jornada de compra de um cliente – desde conteúdos mais abrangentes até os propriamente focados em seu serviço ou produto.

Quando você começa a investir em vídeos, sua autoridade sobre seu nicho aumenta e a credibilidade também. Através desse posicionamento, o seu conteúdo atrai uma audiência qualificada aumentando as chances de conversão.

Assim como podemos otimizar um site para obter melhores posições no ranking do Google, também podemos otimizar um vídeo para conseguir uma maior exposição nos resultados do Youtube.

O Youtube é a segunda maior ferramenta de busca do mundo, atrás apenas do próprio Google. A cada minuto, são postados mais de 48 horas de novos vídeos.

Vídeos têm uma grande atratividade também nos resultados do Google, o que pode aumentar incrivelmente seu CTR rapidamente.

Aprenda mais como melhorar a visualização dos seus vídeos e outros aspectos de SEO no nossocurso presencial.

Qualidade de Conteúdo

Sempre que for fazer SEO, vai precisar pensar em entregar um conteúdo de qualidade. Eles precisam ser relevantes e claros.

Seja objetivo, pois não terá muita chance com os visitantes: a maior parte das desistências ocorrem dentro de 5 segundos, então aproveite essa chance de atrair a atenção do espectador.

Vídeos que são guias, passo-a-passo e análises costumam ter bastante sucesso, . Esse conteúdo é muito apreciado pelos usuários, então pode ser um filão interessante para entrar. Mas pense em como pode oferecer algo novo para a comunidade. Não tente fazer o que já existe. Se achar algum tipo de vídeo interessante, tente pensar em como aplicar isso para o seu nicho, videos de timelapse de algo interessante por exemplo.

Title

Aqui funciona exatamente o mesmo princípio da otimização de sites. A recomendação é otimizar seus títulos que atraiam os olhares do usuário e o convença a clicar. Que melhor forma de fazer isso do que incluindo a palavra-chave que ele digitou?

Mas tome cuidado! É aí que muitos profissionais erram ao querer criar títulos artificiais só para satisfazer esse ponto. Lembre-se de ter uma chamada interessante, com algum adjetivo conferindo uma qualidade única ao vídeo. Incluir várias palavras-chave sempre terá cara de SPAM, e isso nunca é vantajoso.

Importante: é possível incluir títulos de até 100 caracteres, mas nos resultados do Youtube e Google só cerca de 55 serão exibidos.
Seja criativo nesses primeiros para atrair muitos cliques.

Tags

Utilize as tags como aliadas da otimização, incluindo frases chave para definir o vídeo. Seja claro e não utilize linguagem técnica ou complicada. A ideia é ser uma informação direta pra qualquer tipo de pessoa que estiver lendo.

Você pode abordar novamente suas palavras-chave, mas tente ampliar o escopo delas um pouco mais, inserindo talvez numa pequena frase de 3 ou 4 palavras. Leve em consideração na hora de escolher o título do vídeo em como você as utilizará nas tags.

Description

Inclua na descrição do seu vídeo algumas informações que possam agregar valor ao vídeo, como onde ele foi filmado e porque. Isso aumenta a chance de algum usuário simpatizar com seu vídeo. E quanto mais vínculo o usuário tiver com você, maior a chance dele compartilhar.
Assim como nas outras áreas, inclua também uma descrição com palavras-chave que definem o vídeo. A utilização extensiva das palavras-chave para otimizar seu sitemap fazem com que o vídeo seja melhor indexado pelos robôs de análise, e oferecem um ambiente mais compreensível para o usuário ao ver a palavra que ele digitou no campo de busca.
Importante: é possível incluir títulos de até 500 caracteres, mas nos resultados do Youtube só cerca de 70 serão exibidos.
Novamente, seja criativo para atrair muitos cliques.

Duração

O tamanho de um vídeo é um fator crítico de sucesso. A maioria dos usuários assistem por volta de 1min30seg dos vídeos. Produza vídeos com no máximo 5 minutos. Depois analise as estatísticas, e veja se o seu público tem interesse em assistir todo o vídeo. Com isso você tem uma sustentação para explorar vídeos com maior duração.

Se for um assunto muito grande, tente separar o conteúdo em capítulos divididos em diversos vídeos. Isso torna a visualização mais dinâmica e te dá uma maior chance de manter seu espectador. E justamente o tempo de visualização de vídeos pelos usuários é um fator de ranqueamento.

Video Sitemaps

Uma das melhores formas de mostrar um conteúdo que gostaria de ser indexado é através do sitemap. Então submeta um sitemap do seu vídeo para facilitar a vida do robô do Google.

A ferramenta Webmaster Tools do Google ajuda bastante nisso, tornando o trabalho bem fácil. Novamente, utilize palavras-chave para tornar o conteúdo mais atraente para as ferramentas de busca.

Opções de incorporação

Oferecer o máximo de opções de utilização para os usuários é a melhor forma de aumentar o alcance do seu conteúdo. Uma das formas é disponibilizando aos outros usuários de incorporarem (embedding, em inglês) o vídeo no site deles.

Além de aumentar a exposição potencial, oferecer essa opção pode ajudar na construção de links apontando para o seu vídeo. E novamente, a quantidade de links é um dos fatores de ranqueamento mais importantes, então preste atenção neste ponto!

Interações

Seus usuários podem ajudar ainda mais ao interagirem com o vídeo, além de somente assistí-lo. Estimule as pessoas a fazerem comentários, votar no vídeo com o Gostei ou Não Gostei. Isso ajuda a tornar o vídeo mais interessante para um bom ranqueamento. Veja alguns fatores que você deve sempre trabalhar o seu desenvolvimento:

  • Visualizações
  • Avaliações
  • Inclusão em Listas de Reprodução
  • Compartilhamentos
  • Incorporações
  • Comentários
  • Idade do vídeo
  • Visualizações do canal
  • Inscritos no canal
  • Links pro vídeo

Agora chegou a hora de juntar tudo o que aprendeu aqui e aplicar aos seus vídeos. Pode ter certeza de que tudo isso irá aumentar a exposição deles, e com isso, trazer mais acessos!

Forneça legendas

As legendas ocultas, ou CC, tornam muito mais fácil para o Google analisar o conteúdo do seu vídeo – a inteligência artificial tem mais sucesso no reconhecimento de texto do que de áudio. O Google pode sugerir legendas ocultas geradas por IA para seu vídeo, mas é melhor fazer as suas. Dessa forma, você evitará erros devido a sotaque, problemas de pronúncia ou apenas baixa qualidade de áudio.

Use palavras-chave em suas legendas ocultas para classificar seu vídeo na pesquisa. As legendas ocultas são uma representação textual de um vídeo, portanto, certifique-se de incluir palavras-chave relevantes em todo o seu script.

Se o seu vídeo consiste em várias partes diferentes, use palavras-chave para marcar as transições de uma parte para a próxima. Por exemplo, se você está fazendo um vídeo sobre a montagem de uma bicicleta, pode dizer coisas como vamos instalar a roda dianteira em sua bicicleta ou vamos instalar o cabo do freio em sua bicicleta . Isso permitiria que os mecanismos de pesquisa classificassem os segmentos de seus vídeos se eles correspondessem às consultas de pesquisa.

Na captura de tela abaixo, você pode ver como o Google sugere assistir a uma parte do vídeo, que é mais relevante para a consulta.

Crie legendas ocultas para o seu vídeo manualmente, simplesmente escrevendo o que é dito no vídeo, ou use uma ferramenta como 3Play Media , Amara ou Cielo24 para gerá-las automaticamente.

Traduza as legendas ocultas para que seu vídeo seja encontrado por uma gama mais ampla de usuários de diferentes partes do mundo. Você pode usar a tradução automática para fazer isso ou pode traduzir seu CC sozinho para evitar interpretações incorretas devido ao contexto cultural.

Para adicionar legendas ocultas ao seu vídeo, faça login no YouTube Studio. Selecione Legendas no menu esquerdo, escolha o vídeo, clique em Adicionar idioma e clique em Adicionar sob as legendas. Carregue CC como um arquivo (clique em Carregar arquivo> escolha entre Com tempo ou Sem tempo> escolha um arquivo de formato apropriado > Salvar ), gere-os com o recurso de sincronização automática ou digite suas legendas ocultas manualmente.

Observação: se você usar a sincronização automática, o texto que você disser deve ser compatível com a tecnologia de reconhecimento de voz do YouTube e a qualidade do áudio deve ser alta o suficiente para que o AI o reconheça.

Adicionar carimbos de data / hora

Fornecer carimbos de data / hora para vídeos longos aumenta o envolvimento, ajuda os usuários a navegar pelas seções do vídeo e ajuda o Google a indexar as partes do seu vídeo como resultados de pesquisa para determinadas consultas.

Imagine que você tenha um vídeo sobre como cuidar do calçado de couro, que é dividido em vários segmentos: como lavar calçado de couro, como encerar calçado de couro e como engraxar calçado de couro . Portanto, se um usuário pesquisar como encerar sapatos de couro, o Google poderá mostrar um segmento correspondente de seu vídeo como um resultado de pesquisa.

Como adicionar carimbos de data / hora para seu vídeo do YouTube? Ao editar seu vídeo no YouTube, você pode adicionar uma lista de carimbos de data / hora e seus títulos na caixa Descrição da página Adicionar detalhes .

Certifique-se de que:

  • O primeiro carimbo de data / hora começa às 00:00. Se for uma introdução ao seu vídeo, você pode manter o nome Intro – tudo bem.
  • Seu vídeo tem pelo menos três carimbos de data / hora listados em ordem crescente.
  • A duração de um capítulo (uma parte do vídeo entre os dois carimbos de data / hora) é igual ou superior a 10 segundos.

Nomeie seus carimbos de data / hora considerando o conteúdo dos capítulos de seu vídeo e as palavras-chave pelas quais você deseja que essas partes sejam classificadas.

Etapa 3. Melhorar a retenção de público

A retenção de público é a quantidade de tempo que um espectador passa assistindo ao seu vídeo. Como o YouTube prioriza vídeos longos (quanto mais longo é um vídeo, mais anúncios o YouTube pode colocar nele), seu objetivo é fazer com que os espectadores assistam o máximo possível do seu vídeo, mantendo a atenção e o interesse deles.

A pesquisa da Backlinko sugere que vídeos mais longos superam os mais curtos no que diz respeito à retenção de público . Mas, na verdade, não existe uma duração ideal para um vídeo ser classificado – apenas valorize os espectadores e incentive sua atividade.

Não, você não precisa filmar Game of Thrones para fazer as pessoas assistirem, curtirem e comentarem. Apenas considere isto:

  • Chame a atenção do seu espectador imediatamente e vá direto ao assunto sem conversa fiada.
  • Altere a configuração. Os espectadores ficarão entediados se você ficar parado durante o vídeo. Considere adicionar efeitos especiais, alterar locais ou usar uma tela verde para um plano de fundo dinâmico.
  • Adicione cliffhangers. Provoque seu próximo vídeo ou promova outro vídeo no final.
  • Adicione um pouco de humor. Lembre-se de que você não precisa soar como um robô.
  • Verifique os relatórios de tempo de exibição pelo menos mensalmente. Ao fazer isso, você pode identificar os pontos fracos de seus vídeos e corrigi-los.

Ao verificar seu relatório de retenção de público do YouTube, preste atenção para onde os espectadores decolam. Isso pode lhe dar uma pista de qual parte do seu vídeo precisa ser melhorada – considere adicionar notas, cartões e outras coisas que chamam a atenção.

Passo 4. Provocar engajamento

O envolvimento do público com seus vídeos aumenta o alcance orgânico – se os espectadores forem ativos nos comentários e clicarem de bom grado em outros vídeos em seu canal, o algoritmo do YouTube começará a recomendar seus vídeos para um número maior de pessoas.

Adicione um link de vídeo na tela final de seu vídeo para incentivar a interação. Ao colocar um link de vídeo no final de seu vídeo, você pode lembrar seus espectadores de se inscreverem ou, por exemplo, sugerir assistir a outro vídeo seu:

Faça uma pergunta direta para provocar uma conversa. Considere pedir a opinião do seu público sobre um assunto que você gosta ou desaprova em seu vídeo, ou incentive-os a fazer quaisquer perguntas que tenham.

Seja ativo nos comentários e mostre gratidão aos seus espectadores. As pessoas estão mais dispostas a interagir quando têm um sentimento de comunidade. Então, mostre ao seu público que você aprecia a atividade deles e fale com eles também.

Adicione cartões ao seu vídeo para aumentar a interatividade do mesmo e promover sua marca, bem como outros vídeos seus. Os cartões ficam ocultos sob o pequeno ícone i no canto superior direito de um vídeo:

Clicar nele irá mostrar até cinco cartões:

Os cartões podem ser dos seguintes tipos:

  • Cartões de vídeo para promover um vídeo
  • Cartões de lista de reprodução para promover uma lista de reprodução
  • Cartões de canal para se referir a outro canal
  • Cartões de link para criar um link para um site confiável, promover mercadorias licenciadas de seu vídeo e incentivar seus espectadores a apoiar a criação de conteúdo de vídeo

Etapa 5. Compartilhe vídeos por meio de seus próprios canais

Embora o SEO do YouTube seja importante, não é a única maneira de obter tráfego para o seu vídeo. De acordo com o último relatório da Hubspot, o Facebook é usado por 70% dos profissionais de marketing de vídeo (o segundo depois do YouTube com 87%). Em uma pesquisa de fevereiro de 2019, cerca de 50% dos usuários norte-americanos do Facebook e do Snapchat responderam que usavam essas redes sociais para assistir a vídeos . Covid-19 só fez essa porcentagem crescer, é por isso que mídias sociais como Facebook e Instagram podem ser a melhor plataforma de publicidade para seus vídeos no YouTube. Além do mais, quanto mais canais você compartilhar seu vídeo, melhor será sua classificação no Google.

Crosspost

Compartilhe o link para seu vídeo do YouTube em qualquer outra mídia social para obter um segmento diferente de seu público-alvo. Essas pessoas podem até visitar seu canal no YouTube e assistir a mais alguns vídeos.

A desvantagem da postagem cruzada é que os algoritmos do YouTube não contam as visualizações se um vídeo for visualizado em qualquer outra plataforma. Portanto, um vídeo popular no Facebook ou Twitter pouco importa em termos de SEO do YouTube.

Ainda assim, você pode tentar encorajar seu público a seguir o link e assistir ao vídeo no YouTube. Ou, se o seu objetivo final é promover o vídeo, não o canal do YouTube, carregue este vídeo na plataforma como nativo e adicione um link para o seu canal do YouTube na descrição. As plataformas tendem a classificar os vídeos nativos muito melhor do que os de postagem cruzada.

O Facebook, por exemplo, fornecerá até dicas de otimização de vídeo, para que você possa combinar as preferências de classificação do Facebook. Os parâmetros necessários incluem duração (não menos de 3 minutos), qualidade (HD mínimo), título, descrição, tags, miniatura, legendas ocultas, etc.

Incorpore links em postagens de blog, e-mails e cartões

Os links não são um fator de classificação para o YouTube da mesma forma que são para o Google. No entanto, táticas de criação de links em torno de seus vídeos podem impulsionar o SEO do YouTube em geral.

Considere apresentar seus vídeos em postagens de blog. Ao fazer isso, você pode aumentar significativamente a chance de aparecer nos resultados orgânicos do Google. Destaque seus vídeos em campanhas de divulgação por e-mail. Convide outras pessoas para compartilhar seus vídeos destacando os links incorporados nos cartões e a descrição.

Etapa # 6. Construir autoridade

O reconhecimento da marca é um dos fatores mais importantes na pesquisa. Se um usuário receber vários resultados de pesquisa aparentemente semelhantes, a primeira coisa que ele verificará é se reconhece algum dos canais. Para isso, crie um canal no qual os usuários possam confiar e permaneça consistente ao divulgar seus vídeos.

Aqui estão algumas dicas que permitirão que seu canal ganhe credibilidade e confiança:

  • tenha um nome único e reconhecível para sua marca;
  • adicione um ícone de canal de alta qualidade aos seus vídeos;
  • adicione links e contatos ao cabeçalho da sua página inicial;
  • faça um pequeno trailer sobre seu canal;
  • seja autêntico e original em sua auto-representação.

Etapa # 7. Monitore seu desempenho

O YouTube Analytics é essencial para melhorar o SEO do YouTube. Inclui métricas como dados demográficos, fontes de tráfego, estatísticas de envolvimento, estatísticas de pesquisa e muitos outros.

relatório de alcance mostra o desempenho geral de seus vídeos: origens de tráfego, impressões e cliques. Preste atenção às taxas de cliques: se você otimizar bem seus vídeos, a CTR aumentará.

Nota: uma CTR média para metade de todos os vídeos do YouTube está entre 2% a 10%, exceto para novos vídeos com menos de 100 visualizações, que podem ter uma gama mais ampla. Não analise a CTR no dia seguinte após enviar o vídeo, pois é uma métrica de longo prazo.

Além disso, olhar apenas para a CTR não é a melhor ideia. Analise-o junto com a duração média da visualização para ter uma ideia melhor de como as pessoas assistem aos seus vídeos. CTR alta e duração de visualização baixa significam que sua miniatura e título podem ser enganosos. CTR baixa e duração de exibição alta podem ser um marcador de que suas miniaturas não são cativantes ou seus vídeos estão sendo recomendados para um público mais amplo do que o seu público-alvo.

relatório de envolvimento mostrará os principais vídeos, principais listas de reprodução e principais elementos dos vídeos em seu canal, para que você possa comparar a otimização dos principais vídeos com aqueles que ficaram para trás.

relatório de Público ajudará você a descobrir os interesses e hábitos de exibição de seus espectadores. Aqui você obterá muitos insights sobre como classificar os vídeos do YouTube para seu público-alvo.

Vincular o YouTube Analytics ao Google Analytics também permitirá que você rastreie transações e conversões.

Resumindo

O processo de SEO do YouTube pode parecer complicado, mas na verdade não é. Certifique-se de entender como funcionam os algoritmos do YouTube e do Google e de fazer o melhor para otimizar seus vídeos. Você tem alguma experiência de SEO no YouTube? Ou talvez você não concorde com algumas das dicas listadas neste artigo? Sinta-se à vontade para compartilhar nos comentários abaixo.

21 comentários para “8 Dicas de Como fazer Otimização de Vídeos no Youtube”

  1. Maik Tomé disse:

    Muito bom essas dicas e atualmente da um retorno excelente, já estamos vendo isso com alguns clientes e videos.

    Parabéns!

    Responder
  2. Antonio Carlos disse:

    Muito boa as dicas, uma boa dica também renomear o vídeo utilizando as palavras chaves antes de enviar para o You Tube pois aumentam bastante as chances de aparecer entre os primeiros da busca.

    Responder
  3. Hereo Abreu disse:

    Parabéns pelas dicas, realmente podem fazer a diferença. Eu ainda não alavanquei minhas visualizações no youtube, mas vou melhorar nestes aspectos citados no post.

Please follow and like us:
Pin Share

Deixe um comentário

RSS
Follow by Email
WhatsApp chat